Logo Regatieri Telecon
Logo Regatieri Telecon

Última Hora

Sistema prisional forma primeira turma de fotógrafos

Sistema prisional forma primeira turma de fotógrafos

A parceria com a Sejus prevê a oferta de 120 vagas para egressos e 140 para internos, pelo período de cinco anos, totalizando 1.300 pessoas impactadas até o fim da parceria

A Secretaria da Justiça (Sejus), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial no Espírito Santo (Senac-ES), realizou, nessa quarta-feira (03), a formatura de 19 internos no curso de qualificação profissional de Fotografia. É a primeira vez que o sistema prisional oferta uma certificação nessa área.

A formatura foi realizada na Penitenciária de Segurança Média 1 (PSME1), no Complexo de Viana, e contou com a participação ativa dos alunos para a cobertura fotográfica do evento. O curso teve início em março, com a carga horária de 190 horas, em que os participantes puderam aprender técnicas para a captação de imagens fotográficas digitais, iluminação de cenas fotográficas, revelação digital e portfólio.

O curso foi aplicado pelo Senac-ES, por meio do Programa Intrega. A parceria com a Sejus prevê a oferta de 120 vagas para egressos e 140 para internos, pelo período de cinco anos, totalizando 1.300 pessoas impactadas até o fim da parceria.

O secretário de Estado da Justiça, Rafael Pacheco, ressalta que a parceria com o Senac-ES amplia o Programa de Ressocialização da Sejus. “É uma parceria extremamente importante para nosso Programa de Ressocialização, pois aumenta a oferta de cursos de qualificação certificados por uma entidade respeitada no ramo empresarial. Buscamos identificar as necessidades do mercado, para qualificar os internos para o mundo do trabalho. Isso promove mais oportunidades e transforma perspectivas de vida. É por isso que a Secretaria da Justiça tem buscado parcerias importantes, como a do Senac, para ampliar a oferta de educação e trabalho no sistema prisional”, salientou Rafael Pacheco.

“A conclusão deste curso ou qualquer outra qualificação profissional oferece uma vantagem significativa para indivíduos em restrição de liberdade ou egressos do sistema prisional. A educação profissional abre portas para oportunidades que muitas vezes estão fechadas para aqueles sem formação específica. Com isso, essa iniciativa reforça o quão transformador é o poder da educação, possibilitando a conquista do emprego formal, mudança de vida e da sociedade de maneira positiva”, ressaltou a diretora de Educação Profissional do Senac-ES, Dianimer Dutra.

O interno A.P.F., que participou do curso, destacou: “Foi um grande aprendizado para mim porque, até então, não entendia nada de câmera fotográfica. Depois do curso, posso afirmar que sou um profissional de fotografia. Tenho uma empresa do ramo de reciclagem e todo o aprendizado vai valer muito para meu negócio. Ampliou minha visão de como colocar meus produtos para serem vendidos e dar mais visibilidade ao negócio. Quando estiver em liberdade, vou colocar tudo isso em prática”.

Quatro turmas do sistema prisional já receberam certificados de conclusão de curso pelo Integra. Já foram aplicados cursos de: Cabeleireiro, Padeiro e Artesão em Bordado a Mão. Atualmente, internos da Penitenciária Estadual de Vila Velha 6 (PEVV) participam do curso de Costureiro.

No próximo mês, será iniciado o curso de Assistente de Logística na Penitenciária Semiaberta de Vila Velha (PSVV) e a segunda turma de Padeiro no Centro de Detenção e Ressocialização de Linhares (CDRL).

ENTRE EM CONTATO

Águia Branca/ES

(27) 9.99871599

contato@noticiarioweb.com.br

Redes Sociais
Águia Branca Vip